Jornalistas no marketing de conteúdo. Há futuro à vista?

É necessário uma reflexão sobre a oportunidade crescente de trabalho para jornalistas no marketing de conteúdo. Será que existe futuro para jornalistas no marketing de conteúdo? Há competência profissional para atuar nesta área? Quais as ferramentas para mergulhar neste nicho? Há uma demanda para este tipo de trabalho?

Jornalistas no marketing de conteúdo são comuns
Jornalistas contam boas histórias

O profissional do jornalismo vive, já de algum tempo, numa encruzilhada. Com a falência do modelo de grandes mídias e a relativização do fenômeno da comunicação de massa, o jornalista foi afligido por aquilo que passou a ser denominado de commoditização da carreira, perdendo muito do glamour e o do seu diferencial profissional. Assim, as vagas escassearam na chamada grande imprensa e as, poucas, oportunidades ficaram para uma reserva de mercado.

As mudanças decorrentes dos avanços tecnológicos foram e continuam avassaladoras. O jornalista foi diretamente atingido por essas transformações. O resultado disso tudo vem sendo uma necessária busca por novos nichos profissionais, novos portos-seguros em meio à tempestade, um remédio amargo para a ansiedade e o medo do futuro.

Leia mais – Seu negócio precisa de vídeos

Mas por que isso aconteceu? A resposta é relativamente simples. As novas tecnologias determinaram uma nova ordem no consumo de informação, matéria-prima do jornalismo, o que gerou numa “fuga pela esquerda” dos anunciantes e da perda da relevância das empresas jornalísticas para as estratégias de marketing.

Sem dinheiro, sem jogo. O que resta dessa festa é juntar os caquinhos e partir para outra.

Neste contexto, é possível entender porque são vistos cada vez mais jornalistas no marketing de conteúdo. É para onde tem migrado a valorização dos conteúdos e a diferenciação pela qualidade que o profissional de jornalismo tem plena capacidade de desenvolver.

Mais daí surge a necessidade de responder as questões expostas no início deste artigo.

Há uma demanda por  jornalistas no marketing de conteúdo?

Existe uma demanda considerável para profissionais com capacidade de produzir conteúdo para marketing. É fácil constatar isso. Basta uma rápida pesquisa no Linkedin, por exemplo. Muito mais oportunidades do que para o exercício do tradicional jornalismo, certamente. Nos sites que oferecem serviços para freelancer também é perceptível o volume de ofertas para conteúdo de marketing.

A produção de conteúdo para marcas, ou brand journalism, oferece oportunidades para redatores contarem histórias que emocionam, engajam e criam relacionamento, a tão desejada atração no inbound marketing.

As mudanças nas estratégias de marketing nos últimos anos passaram a exigir competências que são presentes em muitos jornalistas. Com o marketing de permissão dominando o relacionamento dos clientes com as marcas, é necessário a oferta de conteúdos diversificados, inovadores, úteis para atrair os chamados leads. Essa atração através do conteúdo exige qualidade e persuasão uma vez que todo o processo inicia-se com uma decisão estimulada do futuro cliente.

Há competência no jornalista para atuar no marketing de conteúdo?

Jornalistas estão atuando no marketing de conteúdo
Novos tempos exigem novas ferramentas

A formação do jornalista traz uma série de elementos valorizados pelo mercado de conteúdo. Poucas categorias têm a capacidade de se desenvolver na arte de contar histórias. O profissional do jornalismo exercita isso dia após dia e esse treinamento lhe qualifica a ter jogo de cintura para desdobrar os mais distintos conteúdos. É uma expertise interessante para turbinar o seu currículo na disputa por espaço no mercado de produtores de conteúdo.

Um dos produtos mais interessantes dentro do portfólio das estratégias de encantamento do novo marketing são as chamadas storytellings. A arte de contar histórias que geram engajamento estão em alta no mundo corporativo, seja em podcasts, vídeos ou mesmo em postagens de blogs. E os jornalistas atendem muito bem às necessidades do mercado de contadores de histórias com a sua experiência em construir esse tipo de conteúdo.

Leia mais – 10 motivos para sua empresa ter um blog ativo

Quais as ferramentas para mergulhar no marketing de conteúdo?

Jornalistas no marketing digital
Jornalistas precisam conhecer novas ferramentas

É claro que não dá para o jornalista replicar seu conhecimento jornalístico no marketing de conteúdo. As linguagens são distintas. Não basta escrever bem, ter boa fluência vernacular. É preciso conhecer as peculiaridades do texto na internet e, principalmente, do texto para os objetivos de marketing, de ser um elemento agregador no processo de atração de clientes até o funil de vendas.

É necessário entendimento sobre os mecanismos de SEO para otimização de textos para internet. Não tem como pensar em texto na internet sem trabalhar as ferramentas de SEO para o alcance dos resultados pretendidos. Num outro texto vou falar mais detalhadamente de SEO para jornalistas e produtores de conteúdo.

O jornalista precisa ainda entender o universo do marketing digital, a montagem e planejamento de estratégia de conteúdo empresarial, com calendário editorial e outras ferramentas, como newsletter e e-mail marketing. O jornalista tem de ser multicanal, conhecendo as diversas plataformas e obtendo fluência na produção e na distribuição de conteúdo na internet.

Há futuro para jornalistas no marketing de conteúdo?

Céu de brigadeiro à vista! Certamente há um mundo de possibilidades quando se agregam os fundamentos do marketing de conteúdo com as técnicas do jornalismo. O cenário é ainda mais promissor para aqueles profissionais que buscam qualificação empreendendo conhecimento através de cursos, especializações e troca de experiências.

É não cair na acomodação e buscar diferenciação. Ferramentas para oferecer qualidade. Leitura, palestras, vídeos, cursos online. Não ter medo de colocar a mão na massa. Isso tudo somado à experiência e leitura de mundo são diferenciais que separam um profissional desejado pelo mercado daquele que vai continuar em busca apenas de um emprego.

Facebook Comments

Profissional do jornalismo desde 1996 e entusiasta do empreendedorismo digital. Figura carimbada em redação de jornais, vislumbra novas oportunidades no marketing de conteúdo e no desafio do homeoffice. Freelancer por opção, ele é manauara, nascido no Rio. Cristão pela graça, amigo de cães e gatos.

2 thoughts on “Jornalistas no marketing de conteúdo. Há futuro à vista?

Não deixe passar em branco